Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 2 de junho de 2011

O ponto das charretes da Alameda Manoel Ribas

Na Alameda Manoel Ribas, em frente à sede social do Grêmio Literário e Recreativo Londrina (hoje alugado para uma igreja evangélica), e ao Posto de Saúde,havia um ponto de charretes com pneus.
(foto: IBGE)

Antes da chegada dos jipes, essas charretes eram essenciais para se movimentar na cidade, que ainda tinha a maioria das ruas não pavimentadas.

Ao final dos anos 50, no entanto, os táxis Morris, por aqui apelidados de "Biribas", e os jipes Willys, tomaram seu lugar nesse ponto, mas as charretes ainda permaneceram em outros locais da cidade, particularmente na Vila Matos, a velha zona do meretrício.
Posto de saúde e ponto das charretes - anos 50 (foto: Yutaka Yasunaka)
Essas charretes levavam as prostitutas às compras às tardes, e às matinês dos cinemas, aos domingos, escandalizando as senhoras "de bem" da cidade. Isso rendeu ao veículo a popular apelido de "balaio das putas".

Na época das grandes fortunas do café, o apelido das charretes se estendeu ao aviões que traziam novas "meninas" de São Paulo para Londrina, "encomendadas" pelos novos ricos da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário